Ovo atravessado

     Qualquer criador deve estar preparado para, mais cedo ou mais tarde, enfrentar este problema em suas aves. Ocorre muitas vezes na primeira postura ou quando os ovos apresentam a casca mole e os músculos do oviduto não conseguem expulsá-los, ou quando não há a contração necessária dos músculos para expulsar os ovos.
     Temos três métodos que podem ser tentados para auxiliar a fêmea a por o ovo. Um deles é pincelar a área cloacal (área do ânus) com azeite de oliva morno ou óleo de amêndoas.
     Outro método, consiste em colocar a ave sobre uma pequena tigela com água fervendo. Muito cuidado para não queimar a ave exposta aos vapores.
     Temos também o método em que o criador, com auxílio dos dedos indicador e polegar, localiza o ovo, após submeter a fêmea a uma vaporização, empurra este ovo levemente, com ligeiras pausas, ajudando assim a fêmea a expeli-lo.
     É interessante notar que, nas aves que se alimentam regularmente de verduras (utilizamos chicória , diariamente, durante o período de acasalamento), o índice de ovos atravessados é muito pequeno.
           Fonte: Animais de Estimação – Pássaros – JBIG
                       Como Cuidar dos Passarinhos – Paulo Eduardo M. Hobaica

 

  Rio de Janeiro - Brasil © Nov/2007 by Sérgio Loureiro